Indicados ao Oscar 2016 de Melhores Efeitos Visuais: Star Wars-O Despertar da Força

star-wars-force-awakens-cartaz


Star Wars: O Despertar da força
(Star Wars: The Force Awakens) é um dos concorrentes ao Oscar 2016 de Melhores Efeitos Visuais. Confiram abaixo o vídeo da revista Wired sobre a criação dos efeitos visuais do filme, incluindo a criação dos personagens digitais.

 

 

Efeitos visuais – Making of: Game of Thrones-quinta temporada

Os dragões de Game of Thrones são um dos grandes destaques do seriado. A integração entre os personagens digitais e atores é muito bem construída.

Confiram o vídeo da Wired sobre a criação destes personagens digitais na quinta temporada da série.

Efeitos Visuais – Making of: O Exterminador do Futuro: Gênesis

 

O Exterminador do Futuro: Gênesis (Terminator Genisys) traz de volta a franquia iniciada em 1984 com O Exterminador do Futuro (The Terminator) de James Cameron.

Arnold Schwarzenegger está de volta a franquia e neste filme graças aos efeitos visuais realizados em computação gráfica, Schwarzenegger aparece rejuvenescido, 30 anos mais jovem.

Confiram o vídeo da Wired sobre o processo de criação do personagem digital.

Para saber mais:

http://www.hollywoodreporter.com/behind-screen/terminator-genisys-a-cg-schwarzenegger-806508

http://www.fxguide.com/featured/terminator-new-makes-new-models-new-vfx/

http://www.artofvfx.com/?p=9796

Jurassic Park, marco dos efeitos visuais no cinema

jurassic park - cartaz O primeiro filme da franquia Jurassic Park completou 20 anos em 2013. Para quem viu o filme no cinema como eu, a lembrança deve ser a mesma: pela primeira vez víamos dinossauros tão realistas retratados pelo cinema. Eu tenho uma lembrança muito nítida da minha percepção vendo o filme. Lembro perfeitamente de me perguntar como aquilo tinha sido feito, um misto de deslumbramento, de espanto, pela total falta de compreensão de como podiam ter recriado nas telas do cinema dinossauros com tanta veracidade. Muitos filmes já haviam trazido para as telas estes primitivos habitantes da Terra utilizando a técnica de stop-motion, pelas mãos de mestres desta técnica como Ray Harryhausen e Willis O’Brien. Jurassic Park de Steven Spielberg estreou em 1993 e até então nenhum ser vivo havia sido criado com verossimilhança no computador. Para levar dinossauros realistas às telas do cinema, Spielberg contou com a equipe de computação gráfica da ILM (Industrial Light & Magic) que desenvolveu novos softwares que possibilitaram levar ao cinema dinossauros de modo verossímil. O filme que se tornou um blockbuster e deu início a uma série de um total de três filmes (e um quarto filme que estreia em 2015) é um grande marco dos efeitos visuais no cinema e um importantíssimo passo na história do entrelaçamento entre a computação gráfica e a indústria cinematográfica. Confiram o vídeo abaixo. O excelente documentário “Moments That Changed The Movies: Jurassic Park” que mostra o processo de produção dos dinossauros digitais do filme.

“Planeta dos Macacos: O Confronto”, trailer e vídeo do processo de captura de movimentos

poster-caesar Ver a brilhante atuação de Andy Serkis que já emprestou movimentos e performance à personagens como Gollum da Trilogia O Senhor dos Anéis e também à King Kong é sempre incrível. Outro personagem para quem ele emprestou sua performance é o macaco César de Planeta dos Macacos: A Origem (Rise of the Planet of the Apes). Confiram o vídeo abaixo que mostra um pouco do trabalho de Andy Serkis e de outros atores para a captura de movimentos de Planeta dos Macacos – O Confronto (Dawn of the Planet of the Apes). Abaixo também o trailer do filme que estreia em julho.

A computação gráfica em Smurfs 2

smurfs 2-cartaz-2

Um dos grandes destaques da animação em computação gráfica dos filmes dos Smurfs é a criação do gato Azrael. Confiram abaixo um vídeo da Sony Pictures ImageWorks sobre a criação em computação gráfica do personagem. E também um outro vídeo sobre a criação dos personagens VexyHackus.

O Hobbit – Uma Jornada Inesperada – Indicado ao Oscar 2013 de Melhores Efeitos Visuais

o hobbit-cartaz-gollum

De 2001 a 2003, período em que a trilogia O Senhor dos Anéis foi lançada, éramos apresentados ao mais incrível personagem digital da história do cinema: Gollum.

Desde então, já passados quase doze anos da estreia do primeiro filme da trilogia, o personagem continua reinando absoluto como o melhor personagem feito em computação gráfica para o cinema.

Gollum, é sem dúvida, um dos grandes destaques do universo da Terra Média, criado pelo escritor J. R. R. Tolkien. Para ser transposto com verossimilhança para os espectadores do cinema, a tecnologia precisava alcançar o patamar que chegamos hoje em dia. Contudo, o personagem não é apenas fruto do avanço tecnológico, mas também o resultado da performance do excelente ator Andy Serkis que dá vida ao personagem. Por meio da técnica de captura de movimentos, Serkis empresta não somente os seus movimentos ao personagem, mas sobretudo a sua brilhante atuação.

Com o Hobbit – Uma Jornada Inesperada, podemos notar que houveram avanços na tecnologia, permitindo que o personagem se torne cada vez mais verossímil aos olhos do espectador.

Sem dúvida, Gollum é um dos maiores marcos da história da computação gráfica e da história dos efeitos visuais no cinema.

Oscar 2013 – “Os Vingadores” – Indicado ao Oscar de Melhores Efeitos Visuais

os vingadores - cartaz

O filme Os Vingadores (The Avengers) que reuniu os heróis da Marvel, Homem de Ferro, Thor, Viúva Negra, Capitão América, Hulk e Gavião Arqueiro foi um dos filmes de maior bilheteria em 2012. Sucesso de público, o filme está na disputa pelo Oscar de Melhores Efeitos Visuais de 2013.

Para mim, um dos grandes méritos de Os Vingadores em termos de efeitos visuais foi acertar na caracterização facial do Hulk. Técnicas de captura de movimentos foram utilizadas para conseguir criar as expressões faciais do personagem.

Seguem dois videos bem legais da empresa de efeitos visuais Industrial Light and Magic (ILM) que mostram o processo de construção em computação gráfica do Hulk e também de cenários e demais elementos do filme.

Making of Hotel Transilvânia

A Sony Pictures Imageworks foi a responsável pela animação dos personagens em computação gráfica do filme Hotel Transilvânia (Hotel Transylvania). O filme de animação foi dirigido por Genndy Tartakovsky e contou com as vozes de Adam Sandler, Selena Gomez e Steve Buscemi, dentre outros para a dublagem dos personagens.

Confiram abaixo videos que mostram o making of do filme.

 

 

Sony Pictures Animation celebra 10 anos

A empresa Sony Pictures Animation está celebrando 10 anos! Na filmografia da empresa destacam-se sucessos como Tá Dando Onda (Surf’s Up – 2008), indicado ao Oscar de Melhor Animação e Os Smurfs (The Smurfs – 2011), grande sucesso de bilheteria.

 

Este ano ainda veremos no cinema o esperado Hotel Transilvânia, que pelo trailer parece ser bem divertido.

 

Abaixo, um video excelente da Sony Pictures Animation sobre a execução da animação em computação gráfica no filme Os Smurfs.