Metrópolis – um clássico do cinema

É sempre bom rever um dos maiores clássicos do cinema, Metrópolis (1927) de Fritz Lang.

Metropolis

 

 

Anúncios

Dica de Leitura: “As Cartas de J. R. R. Tolkien”

as cartas de Tolkien

3 de janeiro. Data do nascimento de J. R. R. Tolkien, escritor dos livros O Hobbit e O Senhor dos Anéis que tanto amamos! Celebremos este grande escritor!! Tolkien em sua vida nos brindou com a criação da magnífica mitologia da Terra Média e por meio de seus livros fomos apresentados à personagens memoráveis como Bilbo, Frodo, Sam, Aragorn, Galadriel, Gandalf, dentre outros.

“As Cartas de J. R. R. Tolkien”, organização de Humphrey Carpenter, com assistência de Christopher Tolkien, filho do escritor, nos revela diversas cartas que Tolkien escreveu endereçadas a seus editores, amigos, à seu filho Christopher, dentre outros. Por meio delas podemos saber mais sobre o escritor. Passamos a conhecer então, o homem dedicado a família, aos filhos, o homem de muita fé, sua profunda religiosidade – Tolkien era um católico fervoroso – e também o desenvolvimento da criação de suas obras, principalmente O Hobbit e O Senhor dos Anéis.

Recomendo o livro, pois é maravilhoso saber mais sobre a criação de obras como O Senhor dos Anéis que tanto amamos e nos inspiram. E também é muito bom conhecer mais a respeito deste grande homem que foi Tolkien, um ótimo pai, um professor dedicado, um homem que tinha uma fé em Deus que é um exemplo para todo cristão.

Enfim, um livro imperdível para todos os fãs deste grande homem e escritor que foi J. R. R. Tolkien.

Billy Boyd canta “The Last Goodbye”, a última canção da Terra Média

Muito legal o clipe para a música The Last Goodbye que acompanhará os créditos de O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos (The Hobbit: The Battle of the Five Armies) cantada por Billy Boyd que interpretou o hobbit Pippin na trilogia O Senhor dos Anéis.

Boyd que em O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (2003) cantou uma das músicas do filme, a belíssima Edge of Night, retorna cantando a canção do filme que encerra a trilogia O Hobbit nos cinemas.

O clipe mostra cenas dos dois filmes anteriores: O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (2012) e O Hobbit: A Desolação de Smaug (2013) e também dos filmes da trilogia O Senhor dos Anéis, nos fazendo recordar personagens e cenas memoráveis. O clipe mostra também cenas de bastidores. É uma linda canção. Já gostava da interpretação de Boyd em Edge of Night e achei muito bacana seu retorno como intérprete de uma canção do último filme da trilogia.

O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos não encerra somente as aventuras do hobbit Bilbo Baggins, mas encerra no cinema as histórias da Terra Média que desde 2001 estávamos acostumados a ver no cinema. Muitos conheceram a mitologia de Tolkien vendo os filmes de Peter Jackson (eu me incluo nisso), para outros, estar vendo no cinema os personagens, cenários e paisagens que conheciam pelos livros foi absolutamente incrível e emocionante.

Billy Boyd canta a última canção da Terra Média? Quem sabe! Eu torço para que outras obras de J. R. R. Tolkien, este grande mestre da literatura mundial, possam também serem transpostas para o cinema para podermos em mais um final de ano dizer: “de volta à Terra Média”.

Efeitos visuais: A captura de movimentos em “O Hobbit – A Desolação de Smaug”

Foi divulgado esta semana um vídeo mostrando a captura de movimentos para o personagem Smaug em O Hobbit – A Desolação de Smaug (2013), segundo filme da trilogia. O ator Benedict Cumberbatch não apenas emprestou sua voz para o personagem, mas também movimentos corporais para o processo de MoCap (motion capture).

O personagem Smaug estará também em “O Hobbit – A Batalha dos Cinco Exércitos”.

Confiram o vídeo:

Cartazes de cinema: Cartazes dos personagens de “O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos”

O destaque da semana em “Cartazes de cinema” são os cartazes divulgados de O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos (The Hobbit: The Battle of the Five Armies).

Cada arte mostra um personagem, em close. Gandalf, Galadriel, Legolas, Bard, Thorin Escudo-de-Carvalho e Tauriel ganharam destaques nos cartazes.

O filme, último da trilogia, estreia em dezembro de 2014.

poster-gandalf poster-galadrielposter-legolas

poster-bardposter-thorin poster-tauriel

Efeitos Visuais – Hércules

Hercules-cartaz
Gostei de Hércules. É um filme despretensioso, aquele tipo de filme que você pega uma pipoca e se diverte e só por isso vale muito a pena. Baseado na minissérie em quadrinhos Hercules: The Thracian Wars, o filme mostra um Hércules mais homem do que Semi-Deus. E isso é um dos pontos altos do filme.

Hércules, interpretado por Dwayne Johnson, não luta sozinho. Em sua jornada, ele conta com a ajuda de cinco companheiros: Amphiaraus, Autolycus, Tydeus, Atalanta e Iolaus.

O filme tem boas cenas de ação, é divertido e em relação aos efeitos visuais destaco a criação em computação gráfica dos monstros mitológicos e os cenários e ambientes virtuais.

Confiram o vídeo abaixo sobre os efeitos visuais do filme:

A criação de Rivendell – a terra dos elfos em O Hobbit – Uma Jornada Inesperada

tolkien_001 (1)

Rivendell ou Valfenda, em português, é um dos lugares do universo de Tolkien que imaginamos ser extremamente belo quando lemos os livros. Em O Hobbit – Uma Jornada Inesperada (2012), a equipe de efeitos visuais da Weta Digital fez um trabalho primoroso ao transpor o lugar fantástico para as telas.

511ec91b459de_bilbo_rivendell_thumb

Game of Thrones – Valar Morghulis, vencedor do Emmy 2012 de Melhores Efeitos Visuais

O vencedor do Emmy de Melhores Efeitos Visuais de 2012 foi Game of Thrones  Valar Morghulis, último episódio da segunda temporada.

Abaixo, um video mostrando a realização de alguns dos efeitos visuais desta segunda temporada.

 

 

 

Os efeitos visuais de Game of Thrones – Primeira Temporada

 

Os efeitos visuais da série Game of Thrones são fantásticos. Este ano a série concorre a vários prêmios Emmy inclusive o de Melhores Efeitos Visuais.

Confiram abaixo dois videos que mostram os segredos por trás dos efeitos visuais da primeira temporada.