Metrópolis – um clássico do cinema

É sempre bom rever um dos maiores clássicos do cinema, Metrópolis (1927) de Fritz Lang.

Metropolis

 

 

Anúncios

Especial de Natal: “A Felicidade não se compra”

Neste tempo de Natal, um dos mais belos filmes para se ver nesta época é um clássico inesquecível do cinema: A Felicidade não se compra (It’s a Wonderful Life – 1946) de Frank Capra.

a felicidade nao se compra-cartaz

O filme conta a história de George Bailey (James Stewart) um homem que queria ter tido uma vida bem diferente da que tem. Um dos seus maiores sonhos desde criança era sair de sua cidade natal e viajar pelo mundo. Mas devido a morte de seu pai, ele é obrigado a permanecer na cidade para tocar os negócios da família.

Bailey reencontra, então, sua colega de infância Mary Hatch (Donna Reed) e eles acabam se casando e tendo quatro filhos. Porém, os negócios não vão bem e então acontece o pior: seu tio Billy Bailey (Thomas Mitchell) que trabalha com ele perde uma quantia considerável de dinheiro de sua firma, deixando George Bailey em desespero.

É neste momento que entra em cena o anjo Clarence (Henry Travers), um enviado dos céus para ajudar Bailey. Bem no início do filme temos uma cena muito especial, uma conversa vinda do alto em que ouvimos a voz do anjo Clarence que tem a missão de salvar Bailey do pior, de fazer com que ele desista da ideia de tirar sua própria vida, bem na véspera do dia de Natal.

Quando George Bailey está prester a pular no rio para tirar sua própria vida, Clarence entra em cena, pula na sua frente e Bailey o salva.

A partir de então, Clarence mostra para George Bailey o que teria acontecido se ele não tivesse nascido. Ninguém o conhece na cidade, ele agora é um homem sem identidade, não tem mulher, filhos, mãe, irmão, amigos, pois ele nunca esteve ali, ele nunca nasceu.

A questão principal colocada em A Felicidade não se compra é o fato de que não somos seres isolados uns dos outros. Estamos aqui por algum motivo e nossa vida toca e modifica por completo a vida do outro. Formamos uma rede de pessoas, de vidas interligadas, em que uma vida é ligada à outra e na maior parte das vezes não temos noção disso, assim como o personagem principal do filme, George Bailey.

Henry Travers como anjo Clarence

O anjo Clarence mostra o que aconteceu ao seu irmão, mãe, mulher e amigos pelo fato dele não ter nascido. Graças, então, a intervenção dos céus, por meio de Clarence, Bailey consegue enxergar o seu valor, mesmo no meio das dificuldades da vida.

A Felicidade não se compra é um filme extremamente sensível que nos faz refletir bastante nesta época de Natal.

Com atuações primorosas com destaque para James Stewart e Donna Reed que interpretam os personagens principais George Bailey e Mary Hatch, A Felicidade não se compra foi indicado a cinco prêmios Oscar incluindo Melhor Filme, Melhor Ator para James Stewart e Melhor Diretor para Frank Capra.

a felicidade não se compra-2