O Hobbit – Uma Jornada Inesperada – Indicado ao Oscar 2013 de Melhores Efeitos Visuais

o hobbit-cartaz-gollum

De 2001 a 2003, período em que a trilogia O Senhor dos Anéis foi lançada, éramos apresentados ao mais incrível personagem digital da história do cinema: Gollum.

Desde então, já passados quase doze anos da estreia do primeiro filme da trilogia, o personagem continua reinando absoluto como o melhor personagem feito em computação gráfica para o cinema.

Gollum, é sem dúvida, um dos grandes destaques do universo da Terra Média, criado pelo escritor J. R. R. Tolkien. Para ser transposto com verossimilhança para os espectadores do cinema, a tecnologia precisava alcançar o patamar que chegamos hoje em dia. Contudo, o personagem não é apenas fruto do avanço tecnológico, mas também o resultado da performance do excelente ator Andy Serkis que dá vida ao personagem. Por meio da técnica de captura de movimentos, Serkis empresta não somente os seus movimentos ao personagem, mas sobretudo a sua brilhante atuação.

Com o Hobbit – Uma Jornada Inesperada, podemos notar que houveram avanços na tecnologia, permitindo que o personagem se torne cada vez mais verossímil aos olhos do espectador.

Sem dúvida, Gollum é um dos maiores marcos da história da computação gráfica e da história dos efeitos visuais no cinema.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s