Westworld e Futureworld

Westworld (1973) foi o primeiro filme comercial a utilizar a computação gráfica. O filme de ficção científica mostra um parque de diversões futurístico que simula três ambientes: Roma Antiga, Idade Média e o faroeste americano e que é habitado por robôs com aparência humana programados para entreter os visitantes. A computação gráfica foi utilizada para representar a visão do personagem robô principal que é interpretado pelo ator Yul Brynner. Imagens do filme foram tratadas digitalmente de forma que ficassem pixeladas, representando o ponto de vista do robô.

 

Em Futureworld, continuação de Westworld, lançado em 1976, temos pela primeira vez no cinema uma imagem em 3D criada em computação gráfica. Tratava-se do rosto digitalizado do ator Peter Fonda, que interpretava um dos personagens principais. A computação gráfica 2D é utilizada para produzir uma cena em que guerreiros samurais são materializados, sendo para isto criado um efeito pixelado nas imagens.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s