Recordando: O Feitiço de Áquila

O Feitiço de Áquila (LadyHawke), produção de 1985, dirigido por Richard Donner. Fantasia, romance e aventura em um cenário medieval, o filme conta a história do casal Isabeau d’Anjou e Etienne Navarre que tem o seu amor ameaçado por uma maldição lançada pelo Bispo de Áquila. “Sempre juntos, eternamente separados”, a frase que é citada no filme resume bem a questão. De dia, Etienne é um ser humano, enquanto Isabeau transforma-se em um falcão, dai o título em inglês do filme: LadyHawke. Enquanto que a noite, Isabeau se transforma em uma mulher novamente e Etienne se transforma em um lobo.

O casal é interpretado por Rutger Hauer e Michelle Pfeiffer. Encabeçando o elenco temos também Mathew Broderick que interpreta o ladrão Phillipe Gaston, o Rato, o único a escapar das masmorras de Áquila.

Matthew Broderick no ano seguinte estrelaria o divertidíssimo Curtindo a Vida Adoidado (1986), um dos filmes mais icônicos dos anos 80.

Quanto aos efeitos especiais, as cenas de transformação de Etienne e Isabeau são bem simples. Um close no rosto da atriz, nos olhos dela, depois aparecem os olhos do animal. A transformação de Etienne em lobo aparece menos, somente em uma cena vemos a sua metamorfose.

Vale a pena rever O Feitiço de Áquila, principalmente pela ótima atuação de Mathew Broderick. Destaca-se também no filme, John Wood como o Bispo de Áquila. Então, aqui fica a dica de uma ótima aventura fantástica para quem, assim como eu, adora este gênero de filme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s